Freguesia de Vila Nova - Miranda do Corvo
  
                               
A Freguesia de Vila Nova, apelidada de “O Miradouro do Concelho”, pertence ao concelho de Miranda do Corvo, de cuja sede dista 5km. 
Faz fronteira com a freguesia de Miranda do Corvo e com os concelhos de Lousã, Castanheira de Pêra, Figueiró dos Vinhos e Penela. 
Vila Nova situa-se na vertente norte da Serra da Lousã, entre escarpas majestosas e ventos agrestes. 
Muito se pode visitar nesta Freguesia, mas, além do património natural e monumental, Vila Nova é berço de muitas tradições e uma terra de gente hospitaleira e solidária que fará o visitante sentir-se em casa.

O Festival de Música Ibérica de Vila Nova (Folk Nova), é já uma afirmação desta freguesia, contando anualmente com várias bandas de folk-rock de reconhecido valor musical. Esta localidade vive, anualmente, dois dias de grande alegria e sobretudo qualidade musical. O evento é organizado pela Junta de Freguesia e conta com o apoio do Centro de Animação Desportiva e Cultural de Vila Nova (CADEC).

Sita no alto da Serra da Lousã, virada a sul poente, com vistas sobre Penela e Coimbra, vislumbrando-se em dias de céu limpo a Figueira da Foz, ficam situadas duas aldeias de xisto.
Chegados perto do cimo da montanha, ergue-se do solo, o Gondramaz, que de uma forma envergonhada se vai mostrando através da vegetação. A sensação é esmagadora. Todos os sentidos são estimulados. A visão é imaginária. Parece que estamos a caminhar sobre os telhados.
A sinalética indica-nos os pontos de referência da aldeia e dá-nos a conhecer os seus segredos. 
A audição é envolta de um som forte, de uma música, de uma pauta composta pelo som emitido pelas asas das abelhas. 
O cheiro é extasiante, a um odor de verde da natureza. 
O sabor está envolto no gosto delicioso das castanhas que envolvem o chão, nos dias de Outono.
Depois de visitar Vila Nova, convidamo-lo a percorrer, a pé, os caminhos da serra. Durante a subida, vamo-nos apercebendo de vários pontos de miragem sobre a vila de Miranda do Corvo e das encostas das montanhas, de uma beleza rara de vegetação que vai escorrendo e envolvendo a íngreme depressão até ao sopé, terminando numa euforia de verde. 
A fauna, esconde-se no embrenhado da flora, mostrando-se aqui e ali de uma maneira tímida. Veados e javalis dividirão com o aventureiro os caminhos pedonais que se abrem diante dos nossos olhos e que nos guiam neste passeio.
O percurso continua, sobre caminhos de terra batida, encaminhando-nos, em descida, à aldeia do Cadaval. Mais um exemplo magnifico da típica aldeia serrana.
Embora, praticamente, abandonada e vítima de um grande incêndio que a devorou, a aldeia ainda guarda o testemunho de ruelas e de paredes em xisto que encerravam as inúmeras casas. 
A paisagem, no adro da capela, convida ao descanso e à contemplação. Se levar algo para comer, ali encontrará uma mesa com bancos onde poderá reconfortar o estômago, descontraídamente.

O Cadaval começa a ficar para trás à medida que avançamos no percurso  que nos levará  até ao ponto de partida.
No alto da freguesia, junto ao parque eólico, se o tempo o permitir, os olhos alcançam o mar das praias da Figueira da Foz, a cidade de Coimbra e os campos do baixo Mondego. Com um pouco de sorte, será possível avistar veados ou corços  no seu habitat natural.
Os parques de merendas nos lugares de "Mestrinha", Gondramaz, Corujeira e Sandoeira, são locais convidativos á convivência entre amigos familiares. Os parques de Meroucinhos e de Cadaval albergam menos pessoas mas não deixam de ser interessantes. Deve, sem dúvida, visitar o Parque de Merendas da Senhora da Piedade.
  
Vila Nova caracteriza-se pela riqueza dos espaços naturais, pouco sujeitos a agressões e intervenções humanas. Trata-se de uma das formações montanhosas mais importantes de Portugal. 
Um passeio pela serra, seja a pé ou a todo o terreno, permite contactar com uma elevada diversidade de paisagens, algumas de cortar a respiração pela sua beleza e magnitude, como pelo contacto com a fauna variada ali existente, e de que se destaca o Corço, o Veado, o Milhafre ou o Javali, entre outros.
Vila Nova recebe, de braços abertos, todos/as aqueles/as que a visitam para conhecer directamente a freguesia, com a sua gastronomia fidalga e excelente e os seus vinhos de excelência, o seu património histórico, o verde dos seus campos e, sobretudo, a hospitalidade dos habitantes destas terras.

Desde 2015 que a freguesia está equipada com sinalética especifica para caminheiros/praticantes de trail running e ou adeptos de BTT. Basta escolher o trajecto a percorrer, sabendo de antemão o seu grau de dificuldade e a distancia do percurso. Um código de cores e números fornece quase toda essa informação. 
A serra, para além de "mágica", é muito interessante, merecendo por isso a sua visita.
Aguardamos que o faça!



    • Autarcas
    • Geografia
    • Demografia
    • Serviços
    • Resenha
    • Heráldica
    • Património
    • Padroeiro
                  
Copyright © Todos os direitos reservados. Proíbida a reprodução na totalidade ou em parte, sem prévia permissão por escrito da junta de Freguesia.

169344 visitas até ao momento.

A minha rua | Notícias | Imprensa | Contactos